Políticos as eleições, Votar livremente e participar activamente da democracia, Vote for Change, Referendo on-line
left right close

Ivan Pinheiro

> Brasil > Os políticos > Partido Comunista do Brasil > Ivan Pinheiro
Ivan Pinheiro está pronto para sua opinião, o apoio eo voto. Votação on-line!
PCB
 
foto Ivan Pinheiro

Ivan Pinheiro - para

Um importante dirigente comunista brasileiro. O atual Secretário Geral do PCB. | The secretary-general of the Brazilian Communist Party (PCB).
 NO! Ivan Pinheiro

Ivan Pinheiro - contra

Clique, se não apoiar Ivan Pinheiro. Diga por quê. / Click, if you do not support this candidate. Say why.

Online resultados eleitorais para "Ivan Pinheiro" no gráfico.

graph
Gráfico on-line : Ivan Pinheiro
Full functionality only if Javascript and Flash is enabled
POR: Ivan Martins Pinheiro (Rio de Janeiro, 18 de março de 1946) é um importante dirigente comunista brasileiro, atual Secretário Geral do PCB - Partido Comunista Brasileiro e candidato à Presidência da República em 2010, pelo partido. Iniciou sua atividade política ainda na adolescência no Colégio Pedro II, onde estudou entre 1957 e 1963, foi diretor do Grêmio Estudantil e sofreu sua primeira prisão devido ao ativismo político. Em 1964, ano do golpe militar, ingressou na ainda Universidade do Estado da Guanabara UEG (atual Uerj) para cursar Direito. Nessa época aproximou-se do Movimento Revolucionário Oito de Outubro MR-8. Durante o curso foi diretor do Centro Acadêmico Luiz ...
para33contra   Na minha opinião, Ivan Pinheiro é bastante bom político. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever isso, eu escrevi isso aqui), positive
para33contra   Eu não concordo. Ivan Pinheiro é má escolha. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever isso, eu escrevi isso aqui), negative
Preferência actual
para Ivan Pinheiro

IVAN PINHEIRO: PCB lança resoluções de Política e Organizaçã


No ano em que comemoramos o nonagésimo aniversário de fundação do Partido Comunista Brasileiro, nada melhor do que publicar as resoluções das duas Conferências Políticas Nacionais que realizamos nos últimos anos (uma sobre organização, em 2008, e outra sobre tática, em 2011), que se articulam com as resoluções do XIV Congresso Nacional do Partido (outubro de 2009), publicadas em livro próprio, ainda à disposição do público. A Conferência Política ...


Ivan Pinheiro defende soluções conjuntas para os ...


...problemas brasileiros O candidato se reuniu com militantes e se encontrou com professores da rede pública em Belo Horizonte. O candidato do PCB, Ivan Pinheiro, esteve neste sábado (4) em Belo Horizonte. Ivan Pinheiro se reuniu com militantes e se encontrou com professores da rede pública. “Nós não achamos que exista solução pontual e separada para a saúde, uma solução para a educação, uma solução para a habitação. Nós achamos que tem que ter uma ...


Ivan Pinheiro, Rui Pimenta e Zé Maria participam de ...


...de debate em São Paulo Candidatos discutiram propostas em evento promovido por jornal.Encontro teve por objetivo reunir presidenciáveis de esquerda. Os candidatos à Presidência Ivan Pinheiro (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) participaram nesta terça-feira (21), em São Paulo, de debate promovido pelo jornal "Brasil de Fato". A organização do evento, intitulado "debate dos presidenciáveis de esquerda", informou ter convidado também os candidatos Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PV) e ...


[TOP 4]

> Ivan Pinheiro > Novidades

Não é Iraque, nem Síria, nem Haiti. É aqui, nossos vizinhos...na Maré/RJ:
Ditaduras: leis de anistia são incompatíveis com normais internacionais de direitos humanos
Marcela Belchior
Senhor Brigadeiro General Rubén Darío Alzate:
Carta aberta do Comandante
Ditador Médici guardou em casa provas de tortura
Comissão da Verdade do Rio encontra prontuários médicos de presos no arquivo do ex-presidente Por Juliana Dal Piva Rio - Durante décadas a cúpula do governo militar negou a prática de tortura contra presos políticos na ditadura. Não importavam as denúncias das famílias, as marcas ou sequelas das vítimas. Quase 30 anos após o fim do regime, surgem agora as primeiras provas documentais de que no auge da repressão política — 1970 — o próprio general e então presidente da República Emílio Garrastazu Médici sabia em detalhes sobre a violência dos quartéis e suas consequências físicas e psicológicas.



 
load menu