Políticos as eleições, Votar livremente e participar activamente da democracia, Vote for Change, Referendo on-line
left right close

José Serra

> Brasil > Os políticos > Partido da Social Democracia Brasileira > José Serra
José Serra está pronto para sua opinião, o apoio eo voto. Votação on-line!
PSDB
 
foto José Serra

José Serra - para

Um economista e político brasileiro. | A prominent Brazilian politician.
 NO! José Serra

José Serra - contra

Clique, se não apoiar José Serra. Diga por quê. / Click, if you do not support this candidate. Say why.

Online resultados eleitorais para "José Serra" no gráfico.

graph
Gráfico on-line : José Serra
Full functionality only if Javascript and Flash is enabled
POR: José Serra (São Paulo, 19 de março de 1942) é um economista e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Foi o 33º governador de São Paulo entre 2007 a 2010, quando renunciou ao cargo para se candidatar pela segunda vez à Presidência da República. Nascido em família de classe média baixa, é filho de imigrantes italianos que instalaram-se na Mooca. Estudou engenharia civil na Universidade de São Paulo e ingressou no movimento estudantil nessa mesma época. Foi um dos fundadores da Ação Popular (AP) e, aos 21 anos, foi presidente da União Nacional dos Estudantes. Após o golpe militar de 1964, refugiou-se em embaixadas ...
para33contra   Na minha opinião, José Serra é bastante bom político. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever isso, eu escrevi isso aqui), positive
para33contra   Eu não concordo. José Serra é má escolha. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever isso, eu escrevi isso aqui), negative
Preferência actual
para José Serra

Em S.Paulo, Serra diz que governo 'não se terceiriza'


O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, mudou um pouco o discurso ontem em palestra na Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), em São Paulo, para público de sindicalistas patronais. Com tom mais ácido e mais político, o tucano afirmou que governo "não se terceiriza, não se governa na garupa". O presidenciável referiu-se ao fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) transferir sua imagem e popularidade à candidata indicada pela ...


'José Serra não tem sorte', diz jornal francês 'Le Monde'


Mais um veículo de comunicação estrangeiro diz que as eleições no Brasil estão praticamente definidas. O jornal francês “Le Monde” publicou um artigo no qual faz elogios tanto ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ao principal candidato na oposição, José Serra (PSDB), mas conclui que será Dilma Rousseff (PT) a próxima presidente da República.“Serra não tem sorte. Mais uma vez, esse veterano social-democrata, respeitado e competente, encontra Lula na sua ...


Serra culpa mídia por não discutir questões econômicas


O candidato ŕ presidęncia pelo PSDB, José Serra, acusou a mídia de năo abordar temas relacionados ŕ economia brasileira. O presidenciável afirmou que assuntos como o atual modelo econômico e a desindustrializaçăo do país năo săo discutidos pelos veículos de comunicaçăo.De acordo com o tucano, o atual governo federal năo investe o necessário em projetos de desenvolvimento. Ele disse que esse tema também năo é divulgado pela imprensa. “Săo temas de verdade que estăo fora da campanha. Falar de ...


[TOP 4]

> José Serra > Novidades

"Vou lhes dizer uma coisa: eu não vou terminar este mandato, não. Não chegarei a...
"Vou lhes dizer uma coisa: eu não vou terminar este mandato, não. Não chegarei até o fim", disse o presidente João Goulart para uns seis ou sete dirigentes da Frente de Mobilização Popular (FMP), na tarde de 6 de outubro de 1963, seis meses antes de cair. Eu tinha 21 anos, era presidente da UNE e estava entre eles. A Folha de São Paulo de hoje publica trechos do primeiro capítulo do livro que estou escrevendo sobre o golpe militar de 1964. Ali eu conto mais detalhes sobre essa história: http://bit.ly/1iRoC5U https://www.youtube.com/watch?v=IZVr6r8Rql4 (vídeo no YouTube com imagens da época) Serra, presidente da UNE, discursa durante comício em 1964José Serra, aos 21 anos, era presidente da UNE e foi um dos oradores do Comício da Central no dia 13 de março de 1964 no RJ. Falou por oito minutos, algumas ...
No meu artigo de ontem no Estadão ("Quando um Governo Atrapalha o País"), mostre...
No meu artigo de ontem no Estadão ("Quando um Governo Atrapalha o País"), mostrei que o nosso problema é a má qualidade do governo. E afirmo: "A fragilidade não está apenas na presidente, que raramente consegue falar durante cinco minutos algo que faça sentido, tenha começo, meio e fim, com conteúdo e coerência. Há um nivelamento por baixo que se espraia em todas as áreas da administração". Está em meu site http://bit.ly/N9sKUdQuando um governo atrapalha o País - José Serrawww.joseserra.com.brEstadão, 13-03-2014. Poucas vezes a condução governamental atrapalhou tanto os rumos da economia brasileira como nos dias atuais. O Brasil não está
Hoje, na Folha de São Paulo, foram publicados trechos do capítulo 1 do livro que...
Hoje, na Folha de São Paulo, foram publicados trechos do capítulo 1 do livro que estou escrevendo sobre o golpe militar de 1964 e os anos de exílio. É um depoimento sobre os últimos nove meses do governo Jango. Eu tinha 21 anos, era presidente da UNE e morava no Rio de Janeiro. http://bit.ly/1iRoC5U
No Dia da Escola lembro de uma aproximação direta com os alunos do ensino fundam...
No Dia da Escola lembro de uma aproximação direta com os alunos do ensino fundamental quando fui prefeito e governador de São Paulo. Sempre que possível eu dava uma aula para a quarta série do ensino fundamental de diferentes escolas. O tema era o da construção de gráficos e tabelas, com começo meio e fim. Eu sempre começava escrevendo errado, propositadamente, o nome da escola e da professora na lousa. Isso quebrava o gelo, pois os alunos começavam a me corrigir, até com certa impaciência... Se divertiam corrigindo uma autoridade. Outra hora era dedicada a perguntas e respostas, deles e minhas, sobre temas variados. Eu levava jornais e pedia que lessem em voz alta. Pedia que fizessem esta ou aquela conta de multiplicar. Indagava sobre o que pretendiam ser no futuro. Enfim, avaliava quais eram os sentimentos e o grau de aprendizado da garotada. No final, tirávamos fotos. Em seguida, eu me reunia com os professores que estavam por lá, e inspecionava o prédio. Graças



 
JOSE SERRA, jose serra e outros...
load menu